MKS adapt!





Performance Street Art no Adapt festival 2012, uma ótima iniciativa este festival para dar a conhecer os trabalhos académicos. Parabéns aos organizadores e espero que não acabe por aqui, que venham mais edições.
 

Rude Visions!



                           

MKS & RUDE

Respirar Fundo!

Proposta Desenho Digital

MECANISMO PATRIOTA


BD baseado na pintura do artista de rua BLU.

Cartaz MKS


Proposta de trabalho Design Gráfico

CENTRO INFANTIL CULTURAL E POPULAR

video
Dominicas ARTE VIVA!

FUSION ART

                             
Exposição de Street Art 2009

STENCILARTE- MAUS HÁBITOS 2010





 
Jam de Street Art 2010
props 157

Comunicação Visual

Este pequeno projecto foi realizado no âmbito da unidade curricular de Fotografia e Tratamento de Imagem.
A principal motivação de utilizar esta temática foi o gosto e o interesse pela street art e dessa forma este trabalho visa dar a conhecer não só o seu valor e a sua importância quanto à arte contemporânea como também do contributo para a mesma. Para isso, a cooperação de um artista de street art de Guimarães, MKS aka Mais olhos K barrigaS foi indispensável, na medida em que o mesmo se mostrou bastante disponível e foi possível fazer um aproveitamento e o desenvolvimento de um dos seus projectos, denominado Mais olhos K barrigas. Nesse sentido, o nome desse projecto, surgiu da adaptação de um provérbio português, e é resultado da tentativa de alertar a quem “tem a barriga cheia e está acomodado” (maisolhoskbarrigas.blogspot.com, 2011).
O contacto directo com MKS ajudou a expandir este projecto, e dessa forma, foram fotografados alguns momentos da acção do artista nas ruas da cidade de Guimarães. Assim, são também estabelecidas algumas relações com o título do projecto em si. Ou seja, a street art é comunicação visual; o stencil utilizado tem a forma de um olho; e por último a captação do próprio resultado em várias fotografias, é o culminar dessa comunicação visual. De facto, stencil’s projectados nos diversos ‘spot’s’ são o resultado da chamada de atenção do contributo da street art, sobretudo para dar outro tipo de vida, nomeadamente a edifícios vazios, cinzentos, escuros e degradados.
Por isso, foram escolhidos cinco locais, que serviram de ‘palco’ a esta iniciativa, dos quais alguns são edifícios devolutos, com um estado de degradação muito avançado; dois deles são locais onde habitualmente se reúnem alguns artistas para colocar na parede os seus trabalhos e inspirações.
Por último, é importante reforçar a ideia da comunicação visual estar presente em várias formas neste projecto, dentro das quais a fotografia tem um poder brutal, sobretudo na divulgação da street art, principalmente a nível internacional (resultando muitas vezes em livros, blogs, etc.).